Vereadores de Guaratuba fazem queixa de ameaça e difamação

Fonte: Correio do Litoral – www.correiodolitoral.com

Vereadores de Guaratuba apresentaram queixa na Delegacia de Polícia Civil contra o também vereador Almir Troyner pelos crimes de ameaça e de difamação.

De acordo com o boletim de ocorrência, feito na tarde desta quarta-feira (1º), na sessão do dia 23 de outubro, após algumas proposições não aprovadas, Troyner fez uso da Tribuna “onde proferiu palavras ameaçadoras aos vereadores que votaram contra, chegando a afirmar que, ‘tentar diminuir outro vereador seria perigoso’”.

Uma semana depois, na segunda-feira (30), conforme o relato dos denunciantes, a sessão foi suspensa por causa de rumores de que haveria alguém armado durante a sessão.

Na mesma noite, continua a notícia-crime feita na Delegacia, Troyner teria ido atrás dos demais vereadores para fotografá-los em lanchonetes “com o fim de intimidação e difamação, com postagens na rede social”. Troyner chegou a postar no Facebook imagens de alguns vereadores e familiares, dizendo que eles estavam em um boteco.

LEIA TAMBÉM  Vereadores de Garuva e Guaratuba em busca de solução para rotatória

Boletins de ocorrência com o mesmo teor foram assinados pelos vereadores Mordecai de Oliveira, Sergio Braga, Gabriel da Ganusa, Laudi Tato e Nei Estoqueiro. Eles informaram que outros vereadores devem fazer o mesmo nos próximos dias. Também disseram que poderão representar criminalmente contra Troyner.

Outro lado – A reportagem acompanhou o grupo de vereadores na Delegacia e, na manhã desta quinta-feira (2), conversou com Almir Troyner.

Ele afirmou que a expressão “perigoso” usada na Tribuna não teve conotação “de ameaça ou intimidação”. Também disse que a postagem que fez na rede social não tinha o propósito de difamação.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here