Veja quais são os sete alimentos que ajudam a controlar o colesterol ruim

saude 040516

 

 

Controlas os índices de colesterol no organismo é considerado um dos segredos para a longevidade

 

Para garantir que o processo de envelhecimento seja tranquilo e saudável, controlar os índices de colesterol – reduzindo o consumo de gorduras trans e saturadas – pode ser uma das chaves do mistério.Segundo uma pesquisa da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, uma em cada dez pessoas com mais de 60 anos, apresenta colesterol LDL (considerado o ruim) alto demais, diabetes, hipertensão e má alimentação.

 

Para controlar o LDL, deletar do dia a dia as margarinas, os sorvetes, as batatas fritas e os biscoitos é um belo começo para partir para uma terceira idade com mais qualidade de vida e longe das doenças cardiovasculares.

 

Seguir com hábitos ruins que elevam os níveis do “mau” colesterol aumenta as chandes de aterosclerose, ou seja, o acúmulo de gordura nas paredes das artérias, fazendo com que elas entupam e causem um infarto ou um acidente vascular cerebral (AVC).

 

De acordo com os pesquisadores que participaram do estudo, em 2020 cerca de 25 milhões de pessoas podem sofrer com esses problemas. Para virar esse panorama, é pela alimentação que as mudanças devem começar. Conheça, então, sete alimentos que podem fazer o colesterol ruim baixar:

 

LEIA TAMBÉM  Prefeitura de Garuva prorroga inscrições de Processo Seletivo com salário de até R$ 3,3 mil

1. Gorduras do bem
Ter na dispensa azeite de oliva e de canola para as receitas do dia a dia, comer abacate e peixes como sardinha e salmão garantem que o HDL, conhecido como o colesterol bom, atue impedindo o depósito de gordura ruim nas artérias.

 

2. Chocolate amargo
Um delicioso pedacinho do doce favorito dos brasileiros é rico em flavonóides, uma substância que também atua na redução dos níveis do colesterol ruim. Flavonóides são antoxidantes que também reduzem as chances de doenças do coração, câncer e protegem o cérebro. No entanto, é preciso, sempre, ficar atento ao consumo de açúcar. Na terceira idade, níveis muito altos de glicose no sangue podem ser perigosos.

 

4. Aveias e outros alimentos ricos em fibras
Fibras solúveis, presente na aveia, melhoram a circulação sanguínea, controlam o índice de açúcar no sangue e dificultam o aumento do colesterol LDL. Esse tipo de fibra interage com a água e forma uma espécie de gel no intestino. Isso faz com que a saciedade aumente.

 

5. Laranja e alimentos de cora alaranjada
Assim como o mamão, o damasco e a tangerina, a laranja é rica em alfa e betacaroteno, que protegem a saúde da pele, dos olhos e do coração. Com ação antioxidantes, essas frutas melhoram a imunidade e fortalecem todo o sistema respiratório. A vitamina C presente na laranja também melhora a corrente sanguínea e melhora a absorção de ferro pelo organismo. Quando o bagaço também é consumido, o funcionamento do intestino é melhor, fazendo com que as taxas de colesterol fiquem equilibradas.

 

LEIA TAMBÉM  PM de Garuva prende homem envolvido em assaltos a caminhoneiro

6. Linhaça
As sementes são ricas em ômega 3 e evita a formação de coágulos no sangue e reduz as taxas de colesterol total no sangue e aumenta os níveis do colesterol bom.

 

7. Vinho tinto
De uma a duas doses por dia faz com que os níveis de HDL, o colesterol do bem, seja elevado em cerca de 12%. Essa taxa aumenta da forma semelhante com a prática de exercícios de forma regular, entre três e cinco vezes por semana.

 

Fonte: zh.clicrbs.com.br

Foto: Andrew C. / Stock.Xchng

 

{fcomment}

 

 

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here