Santa Catarina prepara ações para marcar o Dia Nacional de Combate à Dengue

No próximo sábado, 19 de novembro, será celebrado o Dia Nacional de Combate à Dengue.

A data será lembrada em diversos municípios catarinenses com a realização de ações de conscientização em relação às formas de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e, também, da febre de Chikungunya e da febre do Zika vírus. 

“Nos últimos 15 dias, houve um aumento de 59 focos do mosquito, identificados em 24 municípios. É preciso intensificar os cuidados para a eliminação de recipientes com condições propícias para reprodução do Aedes aegypti, tendo em vista a proximidade com o período de maior calor e chuvas intensas”, (Dive/SC).

Em Garuva, a Vigilância Epidemiológica e Secretaria Municipal de Saúde realizou palestra com os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias para desenvolver um trabalho de conscientização da população sobre o assunto.

Será visitadas as residências do município de Garuva pelo Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias, realizando orientações sobre Dengue, Chicungunya e Zika e distribuição de material informativo, sendo identificado os locais e/ou áreas de risco no momento da visita (resíduos que possam acumular água, tornando-se potenciais criadouros de mosquito Aedes aegypti) e uma ação juntamente com o Meio Ambiente de disponibilizar caçambas em algumas ruas estratégicas para que o morador realize a limpeza do seu quintal e descarte os resíduos nas caçambas e posterior retirada das caçambas pelo setor de Meio Ambiente.

LEIA TAMBÉM  Abertas, até 18 de agosto, inscrições para candidatos ao Encceja Nacional...

Receba bem e coopere com os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias são ações para manter o município de Garuva livre do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue e, também, da Chikungunya e do Zika vírus. 

Panorama epidemiológico

De acordo com o último Boletim Epidemiológico (32/2016), 4.359 casos de dengue foram confirmados entre 1º de janeiro e 5 de novembro – período em que o estado registrou, pela primeira vez, dois óbitos causados pela doença. Do total, 3.978 casos foram de transmissão dentro do estado, ocorridos em 27 municípios, o que representa um aumento de 18% em relação ao mesmo período do ano.

Este ano, oito municípios declaram epidemias de dengue no estado – Serra Alta, Bom Jesus, Coronel Freitas, Descanso, Modelo, Chapecó e União do Oeste, todos na região Oeste -; enquanto no ano passado apenas Itajaí registrou epidemia, a primeira da história de Santa Catarina. Em relação aos focos do mosquito Aedes aegypti, foram identificados 6.385 focos, em 133 municípios até o momento. Neste mesmo período em 2015 tinham sido identificados 6.170 focos em 112 municípios.

LEIA TAMBÉM  Idoso desaparecido em Joinville é encontrado morto em Garuva

Fonte: Andréia Luzia Barroso – Vigilância Epidemiológica

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here