Por falta de alunos, escola de Garuva não terá aulas em 2017

Milhares de alunos voltaram às salas de aula nas redes municipal e estadual de ensino, em Garuva, mas em uma das escolas do município, as portas permaneceram fechadas devido ao fechamento das atividades escolares na referida instituição.

Trata-se da Escola Municipal Duque de Caxias, a qual está localizada na localidade de Baraharas. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, a escola permanecerá inativa no ano letivo de 2017 devido à pouca procura por matrículas, tornando inviável seu funcionamento.

Segundo a secretaria, foram realizadas apenas 25 matrículas sendo 05 de alunos residentes próximos à instituição e 20 de alunos transportados até a mesma, residentes em localidades próximas. Diante da situação as crianças foram remanejadas para a Escola Municipal Iça Mirim.

Uma nota de esclarecimento emitida pela prefeitura, afirma que a despesa com o transporte escolar não terá um aumento significativo tendo em vista que no mínimo, 20 crianças já se deslocariam com o transporte com destino à Escola Municipal Duque de Caxias. De outra parte, o custo de manutenção da instituição de ensino está orçado para o ano de 2017 em R$ 323.521,87 apenas com o quadro funcional. Ao deslocar os alunos para a Escola Municipal Iça Mirim, quem possui condições de abrigar os mesmos o erário municipal economizará com pessoal no ano de 2017 cerca de R$ 152.162,64. E com base no valor de repasse do FUNDEB por crianças, para manter a instituição seria gasto três vezes mais do que o recebido.

De acordo ainda com a Secretaria de Educação, não haverá prejuízo quanto ao PDDE – PROGRAMA DINHEIRO DIRETO NA ESCOLA (PDDE), pois, segundo as normas contidas na Resolução n. 10, de 18 de abril de 2013, o Conselho Deliberativo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação o repasse da verba será realizado à Unidade Executora da Escola Municipal Iça Mirim.

Prédio

Conforme esclarecimentos da Prefeitura, em parceria com a Secretaria de Habitação e Assistência Social, no prédio da escola serão oferecidos projetos de artesanato, informática, corte costura, manicure entre outros para a comunidade, assim, havendo uma destinação ao patrimônio público.

LEIA TAMBÉM  Assaltantes simulam blitz e roubam carro na Serra Dona Francisca
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here