Falta acolhimento nas unidades de saúde

Foto: Divulgação/WhatsApp

O nome já diz muito sobre o papel das unidades de saúde da família. No local, a família deveria ser atendida com o devido acolhimento. Mas nem sempre essa é a realidade que se encontra nas unidades de saúde espalhadas pela cidade.

Na Unidade de Saúde da Família Leonor Ostrowski no bairro Giorgia Paula, a população é clara ao apontar os motivos. Falta o básico para um atendimento de qualidade: não há médicos o suficiente e sobram filas na hora de conseguir a consulta. Diversas vezes, moradores pegam fila na chuva, além do portão estar fechado antes do início das atividades da unidade e não terem se quer um banheiro para utilizar enquanto aguardam.

É o medo de ficar sem o atendimento do qual necessita que faz com que pessoas saiam ainda de madrugada em busca de fichas nas unidades de saúde. Elas reclamam da demora no atendimento em todas as áreas.

LEIA TAMBÉM  Polícia Militar de Garuva atende ocorrência de furto de carga

A Secretaria de Saúde do município lançou recentemente o Programa Fila Zero, que de acordo com a Prefeitura de Garuva, já reduziu mais de 3 anos e meio de tempo de espera para realização de exames desde o início deste ano. Havia cerca de 5.000 pacientes aguardando por consultas especializadas e exames de média e alta complexidade.

Moradores atendidos nas Unidades de Saúde dizem que falta acolhimento por parte das pessoas que trabalham na área, que se houvesse mais atenção as pessoas por parte dos funcionários ajudaria a melhorar o atendimento na saúde municipal.

A Saúde do município foi o principal motivo que fez o Prefeito Dr. Rodrigo Adriany David ser eleito durante as eleições municipais de 2016. O Prefeito, que também é médico está buscando soluções para as dificuldades encontradas pela sua gestão, mas ainda não conseguiu encontrar uma solução definitiva que agrade a população.

LEIA TAMBÉM  Poluição ameaça ecossistema da Baía da Babitonga

Uma reunião para discutir os projetos da área da Saúde foi marcada para a próxima quarta-feira (08/11) às 19 horas na Câmara de Vereadores de Garuva. A reunião será aberta a comunidade com participação dos Vereadores, Administração da Unidade Básica de Saúde do Bairro Geórgia Paula, Secretaria de saúde do município, Diretora da Associação e os moradores do Bairro Geórgia Paula.

Na reunião serão apresentadas algumas das causas dos problemas encontrados na Unidade Básica de Saúde, como filas, dificuldades em agendamentos de consultas e exames, com intuito de buscar as devidas providências e soluções com participação de todos os presentes.

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here