ARTIGO – Verde ALEGRIA/Verde DOR

verdao

Saltam de alegria os torcedores palmeirenses pela conquista antecipada do Campeonato Brasileiro no último domingo. Após um longo período sem título – agora com orgulho – vestem a camisa verde e passeiam pelas ruas declarando: Somos campeões! Porém, um dia depois, outro verdão, a Chapecoense viaja à Colômbia na esperança de conquistar a Sul-americana.

Basta passar pelo último adversário e também cantar: Somos campeões! Todavia, outro adversário – o qual todos haverão de enfrentar – cruza o seu caminho, a morte. É assim… Enquanto uns pulam, outros choram. É assim, num dia a vitória, noutro a derrota. A tragédia bate à porta da cidade de Chapecó, que lamenta. A tragédia no futebol – paixão nacional – comove o Brasil de ponta a ponta e respinga por todos os cantos deste mundão.

 A Chapecoense, que teve um ótimo ano, vencendo o Campeonato Catarinense, alcançando boa colocação no Brasileirão e quase, quase… Chegando ao memorável título internacional… Enfrenta a morte. O elenco da Chapecoense com excelentes atletas que, no fim do ano renegociavam contratos… Onde alguns atletas já tinham seus passes vendidos, outros sonhavam com boas negociações… Encontra um adversário imprevisto, a morte.

LEIA TAMBÉM  VÍDEO: Bombeiros apagam incêndio ao lado de Rodovia em Garuva

 Quem pode nos ajudar a enfrentar temível adversário? Quem pode nos ajudar a encarar a morte de um ente querido (ou de uma equipe inteira)? Donde buscar forças diante da tragédia? Respostas “exatas” da “razão” ninguém tem… Achar culpados é especulação… Mas, especulação não traz respostas. Uma coisa é certa… Somente um venceu a morte! Somente um pode ficar ao nosso lado e nos dar consolo que é maior/melhor do que qualquer palavra deste mundo…

É Jesus quem diz: No mundo vocês passam por aflições. Mas, tenham bom ânimo, pois eu venci o mundo (João 16.33). A morte é uma realidade constante no mundo decaído, sob o pecado. A morte abraçou o próprio Filho de Deus. Ela desencadeia diferentes reações. Ela pode despertar a fé e atitudes novas diante da vida.

A tragédia nos faz mais solidários. Aponta à fragilidade humana. Incentiva-nos a estender a mão e dizer: Estou aqui! Ou, ao menos, juntar as mãos e orar pelos enlutados, por aqueles que torcem, não pela vitória em campo do seu querido, mas apenas para que ele volte para casa. A tragédia nos leva a refletir pelo real sentido da vida, que pode ser muito, muito breve…

LEIA TAMBÉM  Antes de inaugurar, rotatória no Palmital já registra primeiro acidente

Por isso, sonhe, planeje, se esforce… Mas, jamais se esqueça do seu Criador (Eclesiastes 12.1). A cada manhã faça as palavras de Salomão suas… Senhor! Ensina-me a aproveitar bem o meu dia, segundo a tua santa vontade (Salmo 90.12).

 *Que Deus nos ajude a suportar a dor, a refletir sobre a vida e a ser mais solidários.

Enviado por: Euclécio Schieck

 

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here