ARTIGO: Upa… Upa… Cavalinho!

 artigo 180116a

artigo 180116

 

Certa tarde, Gustavo saiu para um passeio com suas filhas, Carla de oito e Cátia de quatro anos. Em determinado momento da caminhada, Cátia pediu ao pai que a carregasse, pois estava muito cansada para continuar andando. Gustavo respondeu que também estava cansado. E, diante da resposta, a garotinha começou a choramingar e fazer “corpo mole”. Sem dizer uma só palavra, o pai quebrou um pequeno galho de arbusto e o entregou à menina, dizendo: Olhe aqui! Achei um cavalinho para você montar. Ele vai ajudá-la a chegar até a nossa casa. Cátia parou de chorar e pôs-se a cavalgar no galho verde tão rápido que chegou antes dos outros. Ficou tão encantada com seu cavalo de pau que foi difícil fazê-la parar de galopar.

A irmã mais velha ficou intrigada com o que viu. Perguntou ao pai sobre a mudança de atitude da mana. O pai sorriu e respondeu: Assim é a vida, minha filha. Às vezes a gente está física e mentalmente cansado. Achamos quase impossível continuar. Mas, quando encontramos um “cavalinho”. Ele nos dá ânimo outra vez. Esse cavalinho pode ser um bom livro, uma mensagem, um amigo, uma canção, um filme… Assim, quando você se sentir cansada ou desanimada, lembre-se de que Deus pode colocar no teu caminho um “cavalinho” para cada momento. Ou, até, você pode ajudar alguém a encontrar seu “cavalinho”. Jamais se deixe levar pela preguiça ou pelo desânimo. Leia Mateus 11.28-30.

 

LEIA TAMBÉM  Multirão ''FILA ZERO'' reduz a espera por consultas especializadas

Por: Euclécio Schieck

 

{fcomment}

 

 

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here