ARTIGO – Refletindo o ecumenismo…

vergonha

 

Rafael e Gabriel eram primos, ambos cristãos e excelentes construtores. Eles foram convidados para construir uma capela. Atuavam juntos, mas a vaidade os separava cada vez mais. Um queria mostrar que era melhor do que o outro. Ambos criticavam tudo que o outro fazia. É claro que a construção enfrentou sérios problemas. Por fim, os dois foram despedidos.

 

Qual foi o testemunho deles? Às vezes, preciso parar e refletir sobre o “ecumenismo”. Diferentes denominações atuam numa mesma cidade. Todas desejam construir o Reino de Deus. Assim é o esperado. Todos os fiéis dedicam-se de coração, usado seus dons. Mas, infelizmente, há concorrência, deslealdade, difamação… Quem é que lucra? Merecem ser demitidos? Leia com muita atenção João 17.15-26.

 

Por: Euclécio Schieck

 

{fcomment}

 

 

LEIA TAMBÉM  Mais de 500 candidatos participam de seletiva para o Bolshoi em Joinville
SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here