ARTIGO – Meus déis…

Jacques

 

 

Jacques era honesto e cordial. Todos gostavam dele. Logo após o casamento, ele abriu um pequeno mercado na vila. Desde o início, bem movimentado. As pessoas compravam e indicavam o comércio aos amigos. O negócio cresceu. Em questão de anos, transformou-se numa rede de mercados na região. Certo dia, Jacques adoeceu. Foi diagnosticado com câncer. Estava tomado pelo câncer. O médico foi franco em dizer que sua vida estava no fim. Então, Jacques chamou os três filhos adultos e lhes propôs um desafio: Vocês sabem que sou a favor da união. Assim desde o início eu e sua mãe trabalhamos. Com a chegada de vocês e depois com as noras, o grupo foi crescendo e melhorando. Hoje cada qual tem seu supermercado, mas somos uma REDE, erguida com muito esforço. Não gostaria que isso terminasse com a minha morte.

 

 

Quero que alguém assuma  o comando. Todos vocês tem capacidade para o cargo. Mas, não quero ser injusto. Para decidir qual de vocês “merece” ser o líder, vou dar a cada um R$ 10,00. Saiam e comprem o que puderem com esse dinheiro. Quando voltarem ao hospital, hoje à noite, o que quer seja que vocês tenham comprado terá de encher este quarto. Os filhos ficaram entusiasmados com o desafio. Além de agradar o pai, teriam a oportunidade de dirigir uma organização tão bem-sucedida. Todos foram à cidade e gastaram os “déiz”.

 

LEIA TAMBÉM  Procura-se o dono...

 

Quando voltaram ao hospital à noite, entrou o primeiro. Filho! O que você fez com o dinheiro? Bem, papai! Ele disse: Fui à serraria de um amigo e comprei serragem. Os sacos estão na carroceria da camionete lá na frente. Infelizmente, a portaria não permitiu que os colocasse no quarto. Mas, estão ali. Jacques entendeu o propósito do filho. Agradeceu. Pouco depois, chegou o segundo filho. O que você fez com o dinheiro? Fui ao “nosso” supermercado e adquiri um tubo de Bom Ar. Ele, então, acionou o dispositivo e todo o quarto ficou cheiroso. O pai aplaudiu a iniciativa do filho. Você é esperto. Além de promover nosso negócio, deixou o ambiente mais confortável. Obrigado pela iniciativa. Passado das 22 horas, apareceu o terceiro filho. Achei que não vinha mais, disse Jacques. Onde você estava? O que você fez com o dinheiro? Vim da igreja. Coloquei o dinheiro na oferta. Mas, e o desafio? Com o que você vai encher esse quarto? O filho respondeu com calma: Isso eu já sabia desde o momento em que você fez a proposta. Não precisei gastar nada. A solução sempre trago comigo no carro.

 

LEIA TAMBÉM  Participe da Festa da Primavera!

 

Ele enfiou a mão no bolso e tirou uma caixa de fósforos e uma pequena vela. Fechou a porta, acendeu a vela e apagou a luz. O quarto todo se iluminou. De canto a canto, o quarto ficou cheio de luz. O filho aproveitou e citou João 8.12: Eu sou a luz do mundo – disse Jesus – quem me segue deixará as trevas e andará na luz. O pai ficou emocionado. Parabéns, meu filho! Você será o novo líder, porque consegue compreender uma lição muito importante. Você sabe como deixar a luz de Cristo iluminar sua vida, fazendo você também brilhar. Isso é muito bom!

 

 

Por: Euclécio Schieck

 

{FCOMMENT}

 

 

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here