ARTIGO – Cemzão…

CemReais

 

João e Maria eram primos e amigos. Desde a infância estavam lado a lado, ajudando-se na medida do possível. Maria notou que, nos últimos tempos, João estava cada dia mais triste. Preocupou-se. Convidou-o para, após, o expediente, tomarem um lanche juntos e conversarem. Assim, encontraram-se confeitaria. Escolheram uma mesa nos fundos para poder conversar. João descarregou sobre ela suas angústias, seus problemas com o trabalho, com as finanças, no casamento… Tudo andava muito mal em sua vida. Maria abriu a bolsa, de lá tirou uma nota de 100 reais e lhe disse: João! Você aceita este dinheiro? Ele, um pouco confuso, responde: Claro… Quem não quer uma nota de 100 reais? Então, Maria, antes de alcançar ao primo, pegou a nota, amassou-a toda, fazendo com ela uma bolinha de papel.

 

 

Mostrando-lhe a nota bem amassada, Maria perguntou novamente: Agora… Ainda aceita a nota? Não sei o que pretende com isto, mas continua sendo uma nota de 100 reais, respondeu João. É claro que sim! Então, Maria desenrolou a cédula toda amassada, jogou-a no chão, pisoteou-a, esfregou-a com os pés e pegou-a toda suja e riscada: Você ainda aceita a nota? Continuo sem entender o que você está querendo, disse ele, pois mesmo suja a nota continua valendo 100 reais. Perceba que, mesmo quando as coisas não estão como você deseja, mesmo que a vida o amasse e pisoteie, você continua sendo tão valioso para Deus como sempre o foi. O que você deve se perguntar é quanto você vale de fato, em qualquer circunstância.

 

LEIA TAMBÉM  Polícia prende casal com mandado de prisão em Garuva

 

João ficou olhando para Maria sem nada responder, enquanto o impacto da mensagem penetrava profundamente em seu coração. A prima pôs a nota amassada no canto da mesa e com um sorriso maroto acrescentou: Tome… Guarde com você para recordar o que lhe falei quando se sentir mal. É o meu investimento na tua vida. Mas, fica me devendo outra nota de 100 reais, que você pode usar com o próximo amigo que estiver necessitando. Maria abraçou João que estava mudo, quieto, pensativo. Ela levantou e se mandou. Ele voltou a olhar para a nota de 100 reais amassada no canto da mesa. Sorriu. Guardou-a na carteira. E, com renovada energia, chamou o atendente para pedir a conta e continuar a vida. Lição: Quantas vezes duvidamos de nosso próprio valor, de que realmente merecemos mais e que podemos conseguir? Deus nos ama. Ele tem um firme propósito à nossa vida. Basta descobrir e saborear. Leia Mateus 11.28-30.

 

LEIA TAMBÉM  Encontrado morto homem que tentou apagar tocha olímpica em Joinville

Por: Euclécio Schieck 

 

{fcomment}

SHARE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here